Claudio Rorato deixa PTB e assumirá a presidência do PMDB em Foz. Mantida a Lei Municipal que permite ao motorista saber onde está o radar eletrônico. Prefeito para que, se esta terceirizando tudo em nossa cidade. Comerciantes da Mario Filho, cobram estacionamento e calçadas. Em ação do TRE que Rei Ni figura como réu, secretário envia oficio. Ministro do Turismo participa de abertura do Festival de Turismo das Cataratas.

Depenando a Coruja

depenandoacoruja@gmail.com

                                                              

por Oliveirinha Jornalista – MTE 08182/PR

 

 

 

Claudio Rorato deixa PTB e assumirá a presidência do PMDB em Foz

Na corrida política pela cadeira da Prefeitura de Foz em 2016, já desponta um novo nome cujo histórico é bastante positivo e não carrega a rejeição da atual (des) administração, que é o advogado Claudio Rorato.

 Rorato-Eduardo-Oliver

Na tarde da quarta (17), fui convidado pelos advogados Claudio Rorato e Eduardo Teixeira para um café, onde estaria ocorrendo a assinatura da carta de desfiliação de Rorato do partido PTB, onde o presidente Eduardo Teixeira afirmou que tal fato não os distanciaria, mas apenas um posicionamento político a pedido de Roberto Requião para que Rorato seja o presidente do PMDB e o pré-candidato oficial do partido à prefeitura local.

Este foi o balde de água fria que Requião teria jogado nos PMDBistas Beltrame e Hermógenes, quais não conhecem o nome oposição em virtude de estarem sempre na situação devido as boas porcentagens de motivos.

Requião com esta atitude mostra que tem postura, pois não fica curvando as espinhas a qualquer um e que para ser seu representante te que ter o seu perfil, qual é de empreendedorismo e objetivo concreto que no caso Claudio Rorato tem de sobra como empresário, advogado e político.

A solenidade oficial será dia 10 de julho, no Rafain Expocentro;

Mantida a Lei Municipal que permite ao motorista saber onde está o radar eletrônico

A Câmara Municipal de Foz do Iguaçu rejeitou o Projeto de Lei 34/2015 que pedia a revogação da Lei Municipal 2.749/2003 que dispõe sobre a obrigatoriedade da afixação de placas informativas do Sistema de Registro Eletrônico de Infrações de Trânsito. A solicitação foi encaminhada pelo Poder Executivo que, através do Instituto de Transporte e Trânsito da Cidade – FOZTRANS, entende que a lei está em desconformidade com o previsto na Resolução 396/2011 do Conselho Nacional de Trânsito – CONTRAN, que define que a sinalização de limite de velocidade deve ser colocada ao longo das vias fiscalizadas, sem a identificação do local aonde está o radar eletrônico.

 Pardal

PS: O TERRORISMO FISCAL de Rei Ni Pereira (PSB), deu com burros nágua em virtude de que o ano que se aproxima é político e os vereadores não irão arriscar suas (péssimas) imagens com mais esta BARBÁRIA.

Rei Ni quer caixas e mais caixas cheios de dinheiro na Prefeitura.

 

 

 

Prefeito para que, se esta terceirizando tudo em nossa cidade

Imaginava que o papel de prefeito fosse o de buscar melhorias e qualidade de vida para os munícipes onde fossem eleitos. Aqui em Foz não parece ser, pois o ainda prefeito Rei Ni tão somente sabe TERCEIRIZAR tudo o que vê, alias dizem já ter terceirizado até a ***** !…

 Foz 100 anos-tercerização

Mas tivemos o Solo Iguaçuense para a Sanepar, o Pátio do Foztrans, os Parquímetros, o Marco das 3 Fronteiras, as Merendeiras, o TTU, a Rodoviária, o Serviço de Limpeza, o DRM, o Serviço de Consultoria para Falconni, a Segurança para o Monitoramento que não funciona, a Saúde e os Laboratórios e por momento o Centro de Convenções.

O prefeito que não demonstra competência, para algo mais que pagar a folha de servidores e terceirizar tudo o que tem acesso, logo em breve poderá ser alvo de uma grande DELAÇÃO.

Faz-se aqui e aqui se paga, nada de pagar em Céu ou Inferno não.

 

 

 

 

Comerciantes da Mario Filho, cobram estacionamento e calçadas

A revitalização da Av. Mario Filho neste (des) governo tornou-se trágica, pois foi investido uma fortuna e nem sequer a Lei de Mobilidade por calçadas padrões foi cumprida.

 Comerciantes manifestando contra rei ni_18_6_15

O cidadão comum tem que colocar PAVER em cumprimento a lei municipal, já o município gasta o dinheiro público não cumprindo o padrão como é o caso da Av. Mario Filho com gasto vultuoso por Rei Ni.

Os comerciantes também cobram o estacionamento, qual deveria ter cido construído no local para os clientes e até o momento nada fora feito, mesmo com a liberação de dinheiro para o município. Perguntamos onde estão os vereadores, quais deveriam estar fiscalizando os gastos públicos e a má gestão nas obras?

Faça o que mando, mas não o que faço é o ditado do Rei;

 

 

 

 St Expedito

                                                            “Valei-me Santo Expedito”!

 

 

 

 

Em ação do TRE que Rei Ni figura como réu, secretário envia oficio

Em contato com fonte fidedigna na tarde da quinta (18), me deparei com um documento um tanto curioso que deverá gerar no mínimo mais uma IMPROBIDADE administrativa.

 Melquesedeque-I

Trata-se de um oficio enviado ao ainda prefeito Rei Ni com prazo para responder ao TRE, porem quem fez a resposta em PAPEL OFICIAL e com a marca-logo da (des) administração Foz 100 Anos, foi o secretário Melquezebeque de Souza que também esta sob investigação do GAECO naquela questão do geoprocessamento e IPTU.

  TRE-PR

O que mais me intrigou foi a forma de tratamento feita pelo super secretário de informática de Rei Ni, que passando por cima do prefeito fez a resposta direto ao TRE terminando com envio ao EMINENTE Relator.

As broncas de Rei Ni aumentam a cada dia e vai faltar cadeia na cidade;

 

 

 Lobo e cordeiro

                                                     “Cadê o Autódromo de Foz, Rei Ni?”…

 

 

 

 

Ministro do Turismo participa de abertura do Festival de Turismo das Cataratas

O ministro do Turismo, Henrique Alves, anunciou que apresentará uma proposta para definir “áreas especiais de interesse turístico” no Brasil, durante a abertura do Festival de Turismo das Cataratas, nesta quarta-feira, 17. Diante do salão lotado de lideranças e profissionais do setor, ele assegurou que Foz do Iguaçu será a primeira cidade contemplada dentro da lei.

 Ministro do Turismo, Henrique Alves, na abertura do evento - Foto Marcos Labanca

Alves afirmou que o objetivo é oferecer condições diferenciadas para as áreas abrangidas pela lei, com uma legislação tributária e ambiental mais simples, com segurança jurídica e benefícios para investimentos. “Se a lei for aprovada, a primeira área configurada, por justiça, por respeito à natureza, será Foz do Iguaçu”, disse.

Além de destacar os atrativos turísticos do Destino Iguaçu, ele assumiu o compromisso de defender junto ao ministro da Fazenda, Joaquim Levy, a manutenção da cota de compras no exterior em US$ 300 nas fronteiras terrestres, fluviais e lacustres. “Vou tentar convencê-lo da importância do turismo para geração de emprego e renda”, completou.

O governo federal também esteve representado pelo presidente da Embratur, Vinicius Lummertz, que destacou a liderança de Foz entre as não capitais no Ranking 2013 do Índice de Competitividade do Turismo Nacional. “É uma posição conquistada por mérito. Foz desenvolveu capital social, tem uma comunidade interessada e chegou a um nível de consciência muito alto sobre a importância do turismo”, afirmou.

A ministra do Turismo do Paraguai, Marcela Bacigalupo, por sua vez, enalteceu a irmandade entre os países do Mercosul na promoção dos atrativos turísticos. “Como vizinhos e irmãos, realizamos reuniões e definimos, através deste festival, ações conjuntas para a promoção das nossas atrações.”

Potencial – O secretário estadual do Esporte e do Turismo, Douglas Fabrício, ressaltou a criação do selo comemorativo “Centenário do Turismo do Paraná”, em alusão à defesa de Santos Dumont em prol da criação do Parque Nacional do Iguaçu em 1916. Já o diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, Jorge Samek, enfatizou: “Foz e região estão preparadas para ampliar a parceria com o governo federal”.

O prefeito de Foz do Iguaçu, Reni Pereira, aproveitou o momento para agradecer as parcerias com o governo federal e estadual que resultaram na licitação que definiu a Cataratas do Iguaçu S/A como a empresa responsável pela revitalização do Complexo Turístico das Américas. “E agora aprovamos o edital para concessão do Centro de Convenções”, completou.

Por fim, o coordenador do FIT Cataratas, Paulo Angeli, destacou que o festival foi construído por muitas mãos ao longo dos seus dez anos. “Muitas pessoas o entenderam como uma ferramenta de divulgação do destino e de geração de negócios. Hoje o festival é um dos maiores do Brasil, acompanhado do maior fórum científico do país, entre tantas outras grandes ações conjuntas”, resumiu.

FIT Cataratas – O 10º Festival de Turismo das Cataratas será realizado de 17 a 19 de junho, no Rafain Palace Hotel & Convention Center, em Foz do Iguaçu. É uma realização da Secretaria Municipal de Turismo, com organização da De Angeli Feiras & Eventos, com o apoio estratégico do Ministério do Turismo e Paraná Turismo e patrocínio da Itaipu Binacional, Sebrae Nacional, Fecomércio Paraná e Fundo Iguaçu.

10º Festival de Turismo das Cataratas – Dias: 17, 18 e 19 de junho de 2015

Local: Rafain Palace Hotel & Convention CenterFoz do Iguaçu/PR

 

 O GAECO esta chegando em Foz, quero só ver uns e outros dar as explicações e justificar a compra de vultuosa fazenda em Santarém-PA. gaeco_250

                                                       A Coruja vai ser depenada em Foz.

Deixe uma resposta