Revisão de Plano Diretor de Foz é de necessidade urgentíssima. Cartão SUS se tornou alvo de investigações na cidade pela PF. Bel colecionador de PROCESSOS, solta seu CÃO em ex-companheiro político de Foz. Nota de REPÚDIO ao vereador Dilto Vitorassi é assinado por várias entidades de Foz. Marinha participará da Operação AGATA 9.

Depenando a Coruja

depenandoacoruja@gmail.com                                                        

por Oliveirinha Jornalista – MTE 08182/PR

 

 

 

Revisão de Plano Diretor de Foz é de necessidade urgentíssima

É necessária a revisão e readequação do Plano Diretor e Lei de Zoneamento Urbano, em especial no que trata o alvará para indústria no Município de Foz do Iguaçu, pois vemos que uma empresa que encontra-se em local de comercio, muitas vezes tem vedado o alvará de industrialização por alegação de não se encontrar em área industrial ou eixo de bairro.

 Requerimento Ze Carlos

O eixo de bairro, nem sempre é permitido e sim permissível, acarretando um grande processo de verificação e liberação ou não pelo CTU. Vemos que um empresário que fabrica uma bucha de bandeja de suspensão para carros, tem grande diferença dos que fabricam baterias ou melhor, que uma costureira que emprega 12 pessoas com maquinas de costura em industrialização de vestuários, tem o mesmo tratamento de uma empresa que produz material altamente tóxico, porem uma Mercearia produz mais resíduos sólidos e dejetos que as simples costureiras e abrem em qualquer lugar de bairro ou centro, onde as costureiras ou torneiros são vedados.

 Zé Carlos na ALEP

Devido a isto foi solicitado ao vereador Zé Carlos, que seja realizado o pedido ao Poder Executivo para a revisão e readequação para industrias e comércios não poluentes em área central ou de bairro, com diferença das que utilizam ou produzam produtos químicos e tóxicos em nossa cidade.

Foz precisa buscar industrias, mas precisa mudar suas leis antes;

 

 

 

 

 

Cartão SUS se  tornou alvo de investigações na cidade pela PF

Como a falsificação de documento público é crime já temos muitas pessoas com a pulga atrás da orelha, em especial assessores parlamentares e certo vereador que tem por habito fomentar suas eleições com votos dos brasiguaios em Foz.

 PF

Com a presença da Policia Federal no caso, certamente não terão os benefícios do jeitinho brasileiro, quais geralmente são empurrados com a barriga até que se encerre mandatos políticos. Neste caso a denuncia e pedido de apuração seria pelo secretário de Saúde Charles Bortollo, que não consegue fazer o calculo matemático de como uma cidade com 256.081 habitantes possui 800.000 Cartões SUS. Isto é INCLEÍVEL!

Vai faltar cadeia nesta cidade.

 

 

 Expedito-VII

                                                             “Valei-me Santo Expedito”!

 

 

 

Bel colecionador de PROCESSOS, solta seu CÃO em ex-companheiro político de Foz

Ao que vemos o aliado de Reni Pereira e do Ademar “Traíra” Traiano (PSDB), voltou a usar seu pau mandado para atacar os desafetos. O advogado do Sudoeste, qual é um grande colecionador de processos, volta a usar um pelego imoral para atingir pessoas de Foz, estas quais ele não conseguiu colocar na coleira.

 Tulio Bandeira

Um advogado que possui uma ficha corrida de fazer inveja aos chefes do crime organizado, não parece ser sujeito exemplar pra ficar atacando ex-companheiros, em especial pelo uso de informações privilegiadas de seu escritório.

A ficha com 30 inquéritos, ações penais e homicídios estará em breve nas edições impressas deste jornalista. Ainda indagaremos a Justiça Eleitoral sobre algumas despesas não declaradas na campanha eleitoral de 2014.

Será que já pagaram a Adriana Cardoso ou ela ficou no calote?

 

 

 

 

                                       NOTA DE REPÚDIO AO VEREADOR DILTO VITORASSI Vitorassi

A APP-Sindicato/Foz, que representa os professores e técnicos das escolas estaduais de Foz do Iguaçu e região.

O Grêmio Estudantil do Colégio Estadual Barão do Rio Branco, que representa os estudantes do Curso de Formação de Docentes e demais alunos.

O Sinteoeste, que representa professores e técnicos da Universidade Estadual do Oeste do Paraná – UNIOESTE.

O Diretório Central dos Estudantes – DCE-Unioeste/Foz, que representa os acadêmicos da Unioeste/Foz.

O Sinprefi, que representa os educadores do município de Foz do Iguaçu.

Manifestam coletivamente o seu REPÚDIO às declarações ofensivas feitas pelo vereador Dilto Vitorassi (PV), contra educadores e estudantes que estavam presentes na sessão da Câmara de Vereadores de Foz do Iguaçu, realizada no dia 14 de julho de 2015.

Na referida sessão, o vereador, visivelmente irritado com a presença da população, desferiu um conjunto de ofensas contra as pessoas que acompanhavam o debate. Por diversas vezes, manifestou seu comportamento machista e desrespeitoso ao falar para os (as) educadores (as) e estudantes, em sua grande maioria mulheres, utilizando expressões como “vão fazer amor e não guerra”. Em seguida, o vereador dirigiu-se ao plenário afirmando que “a professora que levou um cambal em Curitiba continua mal educada”, numa referência óbvia ao Massacre de 29 de Abril, sugerindo que o espancamento aos professores e professoras naquele episódio não teria sido suficiente. Indiretamente, o vereador manifesta concordância com o massacre ordenado pelo governador Beto Richa e repudiado pelo mundo todo.

Nós, educadores (as) e estudantes, fomos à Câmara de Vereadores de forma respeitosa, para manifestar posição contrária ao projeto de precarização da educação infantil, tanto que convencemos o conjunto de vereadores a mudar o voto, o que inclui o próprio vereador que nos ofendeu. Em nenhum momento fizemos ataque pessoal contra qualquer político ali presente, pois o nosso objetivo é uma educação de qualidade e nossa arma é o debate de qualidade, com argumentos e com fundamentos.

Dilto Vitorassi ficou furioso quando os (as) presentes demonstraram contrariedade com seu discurso ofensivo. Com isso, o vereador chamou de mal educados os (as) professores (as) presentes. Mas, pelo contrário, demonstramos preparo e politização, além de educação, fato que talvez o vereador sequer tenha condições de perceber.

A organização em entidades sindicais e estudantis para lutar e protestar não é crime. Assim como, participar das atividades da Câmara de Vereadores para defender o interesse público e coletivo é um direito de todo cidadão.

Por tudo isso, exigimos do vereador Dilto Vitorassi uma retratação pública e mais respeito com a educação e com a população em geral. Além disso, buscaremos todas as medidas legais para que as ofensas sejam reparadas e que tal situação não volte a ocorrer.

 ASSINAM:

APP-Sindicato/Foz

Grêmio Estudantil do Colégio Estadual Barão do Rio Branco

Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos em Ensino Superior do Oeste do Paraná – Sinteoeste

Diretório Central dos Estudantes – DCE-Unioeste/Foz

 Sindicato dos Professores da Rede Pública Municipal de Ensino – Sinprefi

O DITO Vitorassi, foi amarrar seu bode em lugar errado.

 

 

 

 basta

                                                     “Cadê o Autódromo de Foz, Rei Ni?”…

 

 

 

 

Prezados colegas, bom dia  !

Segue release referente a Operação Ágata 9 que Marinha do Brasil, por meio da Capitania Fluvial do Rio Paraná está participando. Para compor a reportagem que seu veículo de comunicação realizará com as forças armadas, órgãos e agências federais, estaduais e municipais, o Capitão dos Portos estará disponível para entrevistas a partir das 8h30.

Marinha

                                           MARINHA DO BRASIL NA OPERAÇÃO ÁGATA 9

O Ministério da Defesa (MD), em cumprimento ao Plano Estratégico de Fronteiras, realiza a Operação ÁGATA 9, em coordenação e com apoio dos órgãos e agências de segurança pública federais, estaduais e municipais, a fim de coibir delitos transfronteiriços e ambientais na faixa de fronteira. Para a execução da Operação, no Estado do Paraná, a Marinha do Brasil atuará por meio da Capitania Fluvial do Rio Paraná (CFRP), em Foz do Iguaçu, que está subordinada à Força Naval em Ladário, Mato Grosso do Sul. Serão realizadas ações de Inspeção Naval e Patrulhamento, no Rio Paraná e Lago Itaipu, e Ações Cívico-Sociais em Foz do Iguaçu e Guaíra.

Para tal, especificamente no Estado do Paraná, a CFRP recebeu um reforço de pessoal e material de Rio Grande-RS, e empregará um grande efetivo de marinheiros e fuzileiros navais, diversasembarcações, viaturas operativas e helicópteros.

Contato para entrevistas:

Primeiro-Tenente Raquel (Assessora de Comunicação Social)

Telefones: (45) 3523.2332/ (53) 8419-9164(53) 8419-9164

 Atenciosamente,

RAQUEL DE ÁVILA SANTOS

 Primeiro-Tenente (RM2-T)

Assessora de Comunicação Social                                            

Marinha do Brasil, irrigadora de recursos na economia do País

 

 

 

 Informações vindas do gabinete da prefeita Ivone Barofaldi da Silva, dão conta de que este sujeitinho deplorável esteve na semana passada rondando o gabinete, sendo convidado a se retirar, isto após ser barrado na ante-sala da mesma. Sem seu financiador fica difícil o acesso. Uhaaaa!…LT

                                                       A Coruja vai ser depenada em Foz.