Chico Brasileiro esta mais perdido que cachorro que caiu da mudança. Justiça Eleitoral extinguiu Zonas Eleitorais, mantendo só 2 em Foz. Chico volta a Brasília, como se deputado fosse com tantas viagens. Creche é arrombada em Foz do Iguaçu e diretora pede mais segurança. Reni Pereira perde o cargo de prefeito, após ter falado mal de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. “Desvio de função” em cargos públicos é ilegal.

Depenando a Coruja

depenandoacoruja@gmail.com                                                             

por Oliveirinha Jornalista – MTE 08182/PR

 

 

Chico Brasileiro esta mais perdido que cachorro que caiu da mudança

O prefeito Chico Brasileiro (PSD), parece que verá o inicio de seu INFERNO ASTRAL em Foz, como chefe do executivo.

 

O fato esta se dando pela grande quantidade de incompetentes nas pastas de secretariado, qual tornou-se um governo de EMPREGUISMO a políticos.

 

Vereadores de Foz mesmo após as recentes prisões e demais investigações, estão atuando com indicações de CARGOS para seus cabos eleitorais, onde já detectamos ate indicações de ex-vereadores cassados e presos pela Polícia Federal, com nomes a serem dados se não cessar isso.

Algumas nomeações envolvem ate mesmo esposa de empresário que pagou campanha, mas em especial secretário que fez doações de campanha em troca de cargo, quais já deveriam tê-los perdido por não alcançarem sua meta dos 100 dias, como alguns que a Itaipu colocando na geladeira mandou à prefeitura. Já o que falar do UNILEIRO, que nada faz?

Uma prefeitura que não tem capacidade de nomear um Secretário de Comunicação Social, para chamar a imprensa para a ações é muito fraca.

Já no meio ambiente uma diretora com síndrome de pânico, um fiscal vindo da fazenda que ninguém quer sair com ele com o mede de ser sacaneado, visto o mesmo já ter sido preso em ilegalidades (em tese), um engenheiro civil da (des) administração do PATODonald e outro do (des) governo de Reni Pereira, que se apresenta como engenheiro ambiental e fiscal da prefeitura. Uma secretaria ajunta que não sabe nem o que faz, em especial que toca o terror todos os dias, conforme confidenciou uma servidora de carreira daquele local, este que não vou nem citar o Guarda Municipal.

A secretária INÊSperiente do PSD, conseguiu promover Foz novamente no Jornal Hoje mostrando Posto de Saúde INUNDADO pela chuva de hoje(9). Sem se falar que o filhinho dela que é arquiteto, estaria envolvido na liberação de construção irregular (em tese) da Panificadora KUKA, a que teve seus proprietários presos e teriam caído na escuta do DPF.

https://www.youtube.com/watch?v=1n8Bk5gQpJY (a partir de 19:40)

http://g1.globo.com/pr/parana/paranatv-1edicao/videos/t/foz-do-iguacu/v/chuva-causa-alagamentos-e-transtornos-em-foz-do-iguacu/6204473/

Já no obras temos o tal Luiz Volpi, qual é morador de Ponta Grossa-PR, contrariando a Lei Orgânica no art. 67 e a lei do secretário Ney Patricio, qual insiste em não contratar o OPERADOR de MAQUINAS, qual além da função é ainda mecânico, motorista e TRABALHADOR, diferente de cabides de empregos indicados por vereadores, que estão nomeados na iluminação subordinada a SMOB e OUTRAS, com competência limitada.

Em breve daremos nomes, se o prefeito não tomar providencias na questão do operador;

 

 

PS: O EliasUNILEIROSouza, que pousa como secretario de Ação Social conseguiu fazer com que a PROVOPAR fechasse as portas.

http://g1.globo.com/pr/oeste-sudoeste/paranatv-1edicao/videos/t/foz-do-iguacu/v/provopar-de-foz-do-iguacu-e-fechado-e-36-funcionarios-sao-dispensados/6207470/

Incrível ver uma entidade que já foi referencia a nível estadual e que muita gente ajudou em Foz, encerrar atividades por VAIDADE de um sujeitinho.

Sabe quem pagara a conta desta fuleiragem do secretariozinho? Nós iguaçuenses.

.

 

Justiça Eleitoral extinguiu Zonas Eleitorais, mantendo só 2 em Foz

Por determinação da Justiça Eleitoral em nossa cidade apenas 02 Zonas Eleitorais passarão a vigorar a partir do dia 28 de outubro de 2017.A informação vem do chefe da 46ª Zona Eleitoral Claudinei Zdanski, de que todas serão extintas com a permanência de apenas a 46ª e a 147ª, que incorporará a cidade de Santa Terezinha de Itaipu.

A determinação vem por resolução do TSE que esta dispensando, Juízes, Promotores e Serventuários das Zonas Eleitorais de Foz, a partir de 28/10.

Parece que irão economizar em gastos eleitorais. Isto é o que veremos.

 

.

 

 

Chico volta a Brasília, como se deputado fosse com tantas viagens

E o Velho Chico voltou ao Planalto Central como se fosse deputado com tantas visitas, alias se tem Fernando Giacobo o atendendo direto aqui em Foz, que foi fazer lá em Brasília?

Não acredito que foi pedir migalhas ao tal Evandro Roman, que tem deixado as grandes fatias em Cascavel com nossa cidade em segundo lugar. A bem que podia ir pedir pro Anderson Andrade da era Reni Pereira, visto ser amigo de dentro da cozinha do Roman, conforme sempre afirmou.

Quero ver é se o Roman vai salvar a pele do Anderson Andrade a hora que a Jiripóca Piar, com as histórias de “Bolsas Atletas” e da caríssima Pista Emborrachada da Av Paraná, que custou milhões, sem divulgação de valores, inicio e termino em placas de divulgação local.

Eu sempre disse que irá faltar cadeia nesta cidade. A vai, sim aguardem…

 

 

;

 

 

                                                              “Valei-me Santo Expedito”!

 

 

.

 

 

Priscila Montovani quer falar do rabo de outros e não olha o seu próprio?

Fui informado por membros do Conselho de Trânsito que a tal Priscila Montovani do Foztrans disse em reunião, que chegou a enviar material pra o Ministério Público, em virtude da realização do Desafio de Arrancada promovido pela associação sob minha presidência.

Quero desde já agradecer a Priscila Montovani por ter avalizado mais este evento de arrancada, pois a partir do momento que fez a CAGUETAGEM ao nobre representante do Ministério Público que viram a legalidade com todos os requisitos necessários, desde Bombeiros, Prefeitura, Federação Paranaense de Automobilismo, Brigadistas e Seguranças.

Já a dona Priscila Montovani que tinha a irmã Larissa Montovani PREVARICANDO quando lhe dava EE (Encargos Especiais), como diretora financeira do Foztrans e posteriormente praticando NEPOTISMO enquanto era superintendente da autarquia mantendo tais vantagens, devera ver a verdadeira ação do Ministério Público de Defesa do Patrimônio Público.

Drº Marcos Cristiano Andrade, investigando ainda vera algumas contratações suspeitas.

 

.

 

 

Creche é arrombada em Foz do Iguaçu e diretora pede mais segurança

Enquanto o descaso toma conta do patrimônio público, os agentes que prestaram concurso para tal estão em funções administrativas ou mesmo de desvio de função.

http://g1.globo.com/pr/parana/paranatv-1edicao/videos/t/foz-do-iguacu/v/creche-e-arrombada-em-foz-do-iguacu-e-diretora-pede-mais-seguranca/6204434/ 

Esta situação pode ser observado por inúmeros Agentes Patrimoniais vulgos VIGIAS, que estão dirigindo carros oficiais ou cuidando de câmeras que não funcionam.

Na prefeitura temos vigias falando em acertos, pra quererem ganhar um por traz. Hum!…

 

 

 

                                         Bom dia senhor LANDERSON TRAVENSOLLI!…

 

 

 

 

Reni Pereira perde o cargo de prefeito, após ter falado mal de Nossa Senhora da Conceição Aparecida.

Quando ainda deputado estadual o ex-prefeito afastado do cargo e preso pela Polícia Federal Reni Pereira (PSB), qual é evangélico da Congregação Cristã passou a atacar a fé dos Católicos dizendo não concordar com os festejos do dia 12 de outubro, ou seja, com o Dia de Nossa Senhora Aparecida e Feriado Nacional da Padroeira do Brasil, conforme declarou em programa de rádio (97.7 FM), no sábado dia 8 de outubro.

                    

Disse Reni: 

“…Vamos passar o feriado de Nossa Senhora Aparecida, que aliás como católico eu quero dizer o seguinte: que é melhor que seja o dia das crianças, porque o Estado Brasileiro é um Estado que se diz laico, então um feriado católico é um desrespeito para as religiões evangélicas. Então é tradição, assim como Corpus Cristi, mas nós temos também que entender que seria bom que houvesse uma adequação da legislação em relação aos feriados brasileiros, é mas é um feriado que se comemora também o dia das crianças e porque não falar das crianças que são o nosso futuro? … e aproveitar, aquele que é católico, para que vá à Igreja fazer um momento de reflexão e quem não é católico, é evangélico, aproveite esse feriado e também faça a reflexão à sua maneira”.

Explicando inexplicável

Aí está a informação a quem interessar possa. Eu particularmente, gostaria que as autoridades eclesiásticas interpelassem o deputado a respeito desta declaração. Será que ele sabe que o Brasil é um dos maiores países católicos do mundo e que, apesar dos evangélicos terem conseguido a adesão de milhões de adeptos, o catolicismo continua sendo a religião do brasileiro, desde o seu descobrimento em 1500?  Ah e seria bom que dessem conhecimento ao Papa Joseph Alois Ratzinger, que inclusive tem parentes aqui no Jardim das Flores, para que o Sumo Pontífice reze pela alma dele. Não bastassem os pastores evangélicos que infestam o Congresso Nacional e tentam, por todos os meios, acabar com os costumes católicos, ainda me aparece mais esse aí, se dizendo católico e dando contra o Dia da Padroeira do Brasil. Eu sou obrigado a lembrar de um outro, que há 2011 anos beijou o rosto do Filho de Deus e o entregou aos romanos. É esse Judas que quer ser prefeito de Foz do Iguaçu?

O que sei dizer é que o deputado do “respeito” meteu os dois pés pelas mãos, pois é sabedor de que o Brasil é um dos maiores países católicos do mundo, sendo até mais que a Itália que possui o Vaticano.

Ao me recordar que sua esposa deputada irmã “Claudinha Camburão” é da Congregação Cristã do Brasil, assim como uma “pseuda-assessora” (Ester) que nem a ALEP devia conhecer, fico então a imaginar o que deu no nobre correligionário, que até seminarista foi, chegando a quase ser ordenado Padre para tomar tal postura, visto muito de seus eleitorados serem verdadeiros Cristãos que pregam o não sactarismo religioso entre os seres humanos.

Que Deus tenha piedade da alma deste pobre diabo;

 

.

 

 

                                                  “Cadâ a Pista de Arrancada seu Chico”?

 

.

 

 

Desvio de função” em cargos públicos é ilegal

O concurso público é a forma de ingresso de um profissional em determinado cargo público. O funcionamento é simples: o candidato se inscreve para concorrer a uma vaga determinada através do edital, sendo que esta possui exigências de qualificação para seu preenchimento e que, por lei, tem atribuição e remuneração próprias. Mas, muitas vezes, o servidor aprovado acaba não desempenhando as funções inerentes ao cargo no qual foi designado e se vê trabalhando em outra área, dentro do órgão público. Esse é um dos problemas recorrentes na área de serviço público e o que a lei denomina de “desvio de função de um servidor”.

O desvio de função é caracterizado quando há mudança de função imposta pela Administração do órgão público, ou quando o próprio servidor, por possuir aptidões para outro cargo, oferece seus serviços para outras funções. Um exemplo é de um profissional que possui graduação em tecnologia da informação, mas foi aprovado através de concurso público para um cargo de técnico administrativo. Se quando iniciar seu trabalho ele for designado para trabalhar com TI, sua situação poderá ser enquadrada como desvio de função.

Para Ana Lúcia Damascena*, professora do Instituto Metodista Granbery e advogada na área de direito público, “tal prática é ilegal, contudo, corriqueiramente realizada no âmbito da Administração Pública”. Segundo ela, muitas vezes, há falta de servidores especializados para determinados cargos e, por isso, a Administração modifica a função de determinado profissional. Mas o desvio também pode ocorrer em virtude de vontade do próprio servidor, que tem uma falsa sensação de vantagem, ao passar a desempenhar funções para as quais possui aptidão, embora diferentes do cargo para o qual realizou concurso.

Situação trabalhista ilegal

Uma questão importante sobre o desvio de função é que quando ele ocorre, muitas vezes pode haver mudança de carga horária, mas não mudança de salário ou de direitos trabalhistas. Ao ser questionada sobre esse assunto, Ana Lúcia explica que “não é possível remunerar o servidor pelas novas atribuições desempenhadas, uma vez que caracteriza-se como prática ilegal e, muitas vezes, realizada pela Administração sem a formalização. Assim, não ocorre equiparação salarial ou a imposição de reconhecimento de vínculo pelo cargo desempenhado, pois contraria as regras de ingresso via concurso e a remuneração fixada em lei para cada cargo no âmbito da Administração Pública.”

A advogada conta que essas situações ilegais de servidores públicos são, muitas vezes, levadas a tribunais e as decisões estão sendo a favor do servidor, que recebe o direito à indenização referente à diferença do cargo no qual ele está registrado, para o cargo que ele desempenha. A Administração Pública possui, desse modo, a obrigação de pagar verba indenizatória, incidindo sobre férias, adicionais e décimo terceiro salário.

O servidor tem até cinco anos, a partir do desvio de função, para recorrer a um tribunal e pedir a indenização. Mas, mesmo assim, o funcionário público nunca fará jus à incorporação do valor em seus vencimentos, nem terá direito ao reenquadramento de função, tampouco direito à contagem desta diferença no cálculo de sua aposentadoria. Após o caso do desvio ser levado em juízo, o servidor deverá ser, imediatamente, designado ao cargo de origem, para cumprimento das funções para qual foi designado, conforme previsão legal.

Assim, a única forma pela qual um servidor pode desempenhar uma função inerente ao cargo é realizar outro concurso público para a função que almeja, concorrendo amplamente por novas vagas disponíveis pela Administração. Dessa forma, ele será remunerado no valor que possui direito e terá todos os seus direitos de servidor público legalizados

*Ana Lúcia Damascena é professora de direito administrativo, financeiro e tributário no Instituto Metodista Granbery; possui mestrado em políticas sociais e gestão pública pela UFJF e advoga na área de direito público. Contato: analuciadamascena@yahoo.com.br.

 

 

PS: Chico Brasileiro (PSD), poderá responder Ação de Improbidade Administrativa, juntamente com o titular da Secretária de Administração Ney Patricio que vendo o caso esta sendo OMISSO, e pelo ínclito Procurador do Município Drº Osli Machado que não promovendo orientação ao chefe do executivo estaráPREVARICANDO”.

A situação a qual nos referimos é o da ATENDENTE de CRECHE Srª Juliana Penayo de Mello, que deveria estar em algum CEMEI e que esta em flagrante DESVIO de FUNÇÃO, como em ação futura devera DEVOLVER todas as promoções funcionais e gratificações aos cofres públicos, visto não estar no desenvolvimento da função para qual prestou concurso e estar recebendo tais promoções.

Alô Drº Marcos Cristiano Andrade, alô Drº Marcelo Mafra e MP!…

 

.

 

 

Espaço de leitor:

Meu abraço especial vai para o Policial Civil ISRAEL BRITO, qual esta sempre antenado neste site.

 

.

 

 

Pedimos desculpas aos leitores, em nossa demora de postagem aqui, visto as atenções estarem voltadas ao site do Esporte-Motor.

ACESSE o site: http://www.jornaloautodromo.com.br/

 

.

 

E o srº Gilmar  Piolla, começou a procurar bronca com o esporte-motor em Foz? Achou…                                                      A Coruja vai ser depenada em Foz.